Mais de 53 mil famílias podem perder o benefício da tarifa social de energia elétrica no Maranhão

Cerca de 53.392 famílias maranhenses podem perder o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) no Maranhão, devido a falta de atualização do NIS (Número de Identificação Social) e por não se enquadrarem mais na renda necessária. O levantamento foi feito pela Equatorial Energia.

Mais de 78 mil famílias também estão com inconsistência cadastral junto ao CadÚnico e, por isso, estão sendo convocadas pelo Governo Federal para regularizar seus dados. Para isso, é necessário procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) sob pena de perder o benefício até outro.

Atualmente, existem 1.094.466 famílias beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), programa do Governo Federal que beneficia famílias de baixa renda, quilombolas, indígenas ou pessoas que recebam o Benefício da Prestação Continuada (BPC). Os descontos podem chegar a até 65% na conta de energia.

O número de famílias que recebem o benefício é variável já que, a cada mês, algumas delas perdem o benefício. No Maranhão, a concessionária de energia alerta os consumidores com problemas no cadastro por meio de selos informativos na conta de energia.

De acordo com o levantamento, existem ainda 598.761 famílias maranhenses que podem receber os descontos mas não estão cadastradas. Uma força-tarefa tem sido montada em parceria com o Governo do Estado e a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) para localizar esses beneficiários.

Participe do blog.

Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade

  • Participe

  • Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com