Caixa vai cobrar tarifa de empresas privadas a partir de julho

A Caixa Econômica Federal vai começar a cobrar das empresas clientes do banco, tarifas sobre transferências via PIX. A medida passa a valer no dia 19 de julho. A exceção fica apenas Pessoas Físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs), continuam isentos de taxas.

Normas do Banco Central do Brasil determinam que pessoas físicas não sejam cobradas pelo uso da ferramenta de pagamento instantâneo, “seja para pagar, seja para receber”. Para pessoas jurídicas, a cobrança é autorizada desde novembro de 2020.

De acordo com a Caixa, as tarifas — exclusivas para empresas privadas — serão cobradas para PIX transferências (0,89%), PIX compras (0,89%) e PIX Checkout (1,20%) que inclui o recebimento por meio de QR Code dinâmico.

Em nota, a Caixa Econômica Federal reforçou que “não realiza cobrança de tarifa PIX de seus clientes pessoa física, de Microempreendedores Individuais (MEI) e de beneficiários de programas sociais”.

Participe do blog.

Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade

  • Participe

  • Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com