Bolsonaro aposta no TSE para disputar eleição em 2026

O ex-presidente da república, Jair Bolsonaro (PL) disse que aposta em recursos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  para reaver o direito de se candidatar novamente à Presidência em 2026.

O discurso de Bolsonaro, é visto por alguns aliados e por especialistas em direito eleitoral, como mais um aceno à militância, para mantê-la acesa, do que como uma esperança real, porém ele aposta numa composição mais favorável no ano eleitoral.

O ministro do STF Kassio Nunes Marques presidirá a corte, que terá também André Mendonça em sua composição. Ambos foram indicados por Bolsonaro para as vagas no Supremo.

A ministra Cármen Lúcia também deve ser substituída em agosto de 2026 por Dias Toffoli, magistrado visto com bons olhos por aliados do ex-mandatário.

Lembre o caso

Bolsonaro foi condenado pela Justiça Eleitoral em duas ações, ambas em 2023: a primeira pela reunião feita no Palácio da Alvorada com embaixadores para deslegitimar o sistema eleitoral. A segunda, sobre uso do 7 de setembro de 2022 para fazer campanha eleitoral. Pelas regras, sua condenação pela Lei da Ficha Limpa durará até 2030.

A defesa de Bolsonaro recorreu ao Supremo nos dois casos. Ela tem até 2026 para esgotar os recursos na corte. Seu advogado é Tarcísio Vieira, ex-ministro do TSE.

Participe do blog.

Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade

  • Participe

  • Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com