40 pessoas morrem em Israel após ataque surpresa do Hamas

Ao menos 40 pessoas morreram, e autoridades dizem que o número de vítimas pode aumentar, após ataque surpresa do grupo extremista Hamas a Israel. O ataque ocorreu neste sábado e já é considerado um dos maiores contra o país nos últimos anos.

Em resposta, o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, declarou guerra.

Em mensagem de vídeo, Netanyahu disse que o grupo extremista islâmico que controla a Faixa de Gaza pagará “um preço sem precedentes” pela ofensiva, que teria usado mais de 5.000 foguetes. “Estamos em guerra. Esta não é uma operação simples”, afirmou Netanyahu. O último grande conflito entre Israel e Hamas foi uma guerra de 10 dias em 2021.

A ofensiva surpresa combinou a infiltração de homens armados em cidades israelenses com uma saraivada de foguetes, disparados da Faixa de Gaza. Segundo as Forças Armadas de Israel, dezenas de militantes se infiltraram por terra, mar e ar, alguns dos quais com a ajuda de parapentes.

Além dos 40 israelenses mortos nos ataques, e outras 740 pessoas feridas, a imprensa de Israel diz que os números devem aumentar.

Segundo diplomatas, nenhum dos cerca de 30 brasileiros que moram na Faixa de Gaza foi afetado.

Participe do blog.

Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Publicidade

  • Participe

  • Mande sua mensagem ou denúncia no e-mail keithlccalm@gmail.com